A10 Networks

Comando: configure

Descrição: Acessar o modo de configuração a partir do modo de execução  (EXEC) privilegiado. Syntax: configure [Terminal] Exemplo – Acessar o modo de configuração. AX#config AX(config)#


Descrição: Alterar a partição em um dispositivo AX/Thunder configurado para Role-Based Administration (RBA). Syntax: active-partition {partition-name | shared} Descrição do parâmetro: partition-name – Nome de uma partição privada. shared – A partição compartilhada. Uso do comando padrão abaixo: Modo privilegiado (modo EXEC) Administradores com permissão de Root, leitura e escrita, ou somente leitura privilégios pode […]



O SSL OffLoad retira a autenticação SSL do servidor real. O balanceador de carga irá negociar o SSL handshake e também vai fazer toda a criptografia e descriptografia entre o AX e o cliente. Isso permite que os servidores reais de backend escutem em qualquer porta, o que alivia a carga para os servidores que […]


Scripts de aFleX aplicados nos equipamentos AX/Thunder são constituídos por três elementos básicos: Eventos Operadores Comandos aFleX Eventos Os scripts de aFleX são acionados quando certo evento especificado ocorrer. Exemplos: Evento HTTP_REQUEST – ocorre quando uma solicitação HTTP é recebida. Evento CLIENT_ACCCEPTED – ocorre quando um cliente estabelece uma conexão. Operadores Operadores Tcl padrão Operadores […]



O nome do host padrão é “ACOS”. Para alterar o nome do equipamento, use um do seguintes métodos. Nota: Não use um ponto no hostname ACOS (.). Se você usar um ponto, o dispositivo ACOS usará o texto após o período como o sufixo DNS em vez do sufixo DNS configurado. Utilizando a GUI 1. […]


O dispositivo AX/Thunder pode ser configurado inicialmente usando o CLI, acessado através da conexão console. Para exibir uma lista de comandos para um nível do CLI, digite um ponto de interrogação (?) e pressione Enter. Você pode exibir a lista separadamente para cada nível. Para a ajuda de sintaxe, digite um comando ou palavra-chave seguida […]


Para redirecionar todo o trafego de entrada de requisições HTTP para a porta HTTPS da VIP e manter a URL original, pode ser aplicada a AFLEX abaixo: when HTTP_REQUEST { HTTP::redirect https://[HTTP::host][HTTP::uri] }